Cajados, Bastões e Varinhas

Cajados Xamânicos Wakan Wood

Cajados Wakan Wood

No xamanismo, os objetos são considerados mágicos porque são aliados de poder do xamã ou seja, são utilizados com finalidades espirituais e adquirem a força, o poder e a magia determinados e consagrados por seu dono. O cajado é tradicionalmente o instrumento do peregrino, do pastor ou do viajante. Neste sentido ele adquire sua finalidade como objeto de poder no xamanismo, pois é o "apoio" do xamã em suas viagens ou jornadas aos outros mundos, através do espírito. O cajado é o ponto de aterramento, onde o xamã se apoia para retornar ao mundo físico e não perder o controle de sua viagem astral. Ao mesmo tempo simboliza força para enfrentar o desconhecido, pois o xamã é o pastor daqueles a quem conduz nas jornadas xamânicas, seja para buscar o animal de poder, fazer o resgate de alma ou promover uma cura específica. Por se tratar de um instrumento mágico, cada um decora seu cajado com os elementos que poderão lhe trazer a força necessária em suas viagens. Estes elementos podem ser couros, penas, pedras, fitas coloridas, dentes de animais, ervas, ou qualquer outro talismã que tenha valor simbólico e espiritual para o seu dono. Nós podemos escolher estes elementos através de nossa intuição ou você pode determinar o que deverá ser colocado.

Obs.: utilizamos em nossos cajados e bastões as medidas sagradas dos Kahunas Havaianos, conforme orientado no livro "Urban Shaman" de Serge Kahili King. Estas medidas proporcionam obter o "Kimana", uma fonte de energia criativa "... que pode ser sentida, amplificada, direcionada, gerada e convertida para influenciar ou mudar a mente e a matéria..." (p. 57)
  • Cajado entalhado e decorado - 125 cm altura - R$ 385,00 
  • Cajado com pedras de cristal na ponta ou corpo será cobrado valor à parte conforme o valor das pedras solicitadas.


Bastões Xamânicos Wakan Wood
Bastões ou Bastão-Que Fala
 

É uma maneira respeitável de dar oportunidade para quem o leva, falar sem ser interrompido. O pau-falante é passado no círculo e os outros escutam. São usados peles, contas, couro, etc. em cores diferentes para adorná-los. Utilizado especificamente por nativos norte-americanos. Trata-se de um pedaço de pau consagrado para que se apresente o "Sagrado Ponto de Vista". Neste ritual não pode ser utilizada nenhuma palavra que não represente a verdade. Só fala quem estiver com o pau-falante na mão, os demais permanecem em silêncio. É uma forma de honrar a sabedoria dos outros. São empregados em reuniões, processos grupais, relacionamentos entre as pessoas, etc. 

Obs.: utilizamos em nossos cajados e bastões as medidas sagradas dos Kahunas Havaianos, conforme orientado no livro "Urban Shaman" de Serge Kahili King. Estas medidas proporcionam obter o "Kimana", uma fonte de energia criativa "... que pode ser sentida, amplificada, direcionada, gerada e convertida para influenciar ou mudar a mente e a matéria..." (p. 57)
  • Bastão-que-Fala (Vara de Cúbito) entalhado e decorado - 62,5 cm altura - R$ 200,00 


Varinhas Mágicas Wakan Wood
Varinhas Mágicas
 A varinha mágica corresponde ao Sul e ao elemento de fogo. Sua cor é o vermelho, a sua época é o Verão, e seu horário é o meio-dia. A varinha está associada com a vontade de seu dono, e é usado para direcionar ou mover a energia. Tradicionalmente, a varinha é aproximadamente o mesmo comprimento que o de seu próprio cotovelo até a ponta do seu dedo pequeno e tão grosso quanto o seu polegar. Pode ser pintado, decorado com símbolos, ponta com cristais, ou simples. A varinha é consagrada quando a Lua está em Áries, Leão ou Sagitário, de uma terça-feira, domingo ou quinta-feira, e na hora de Marte, Sol ou Júpiter.
  • Varinha de madeira entalhada ou torneada (43 cm) - R$ 85,00 
  • Bolsa de couro para varinha sem pintura - R$ 60,00